domingo, 13 de junho de 2010

Eu & a idéia do sorteio pelo blog

Vivo uma fase de mudanças diversas, escolhas e crescimento interior.

Todos nós (voluntária ou involuntariamente) vivemos mais ou menos assim.

No entanto, particularmente, de forma mais profunda. E isso tem muito a ver com a minha psicoterapia. Adoro a minha psicóloga, indicação da minha amiga e colega da licenciatura, a Dani. Posso parecer suspeita para falar, mas acho que todo mundo devia fazer psicoterapia (é tão bom, gente!).

E ainda, toda forma de terapia: psicoterapia (que é o que costumamos chamar de terapia, com psicólogo), massoterapia, fisoterapia, terapias alternativas, seja lá no que cada um se identificar... Pois tudo o que nos faz bem é terapêutico! Um curso de artesanato, uma caminhada, cozinhar, dançar, tudo pode ser terapia...

Vocês já devem ter reparado que adoro “abrir parênteses” nas conversas, né? Escrevendo então... abro muuuitos parênteses (literalmente!), heheheh.
Mas voltando para as minhas “transformações”, faz parte do meu momento passar adiante minha biblioteca. Já falei aqui da minha paixão por livros...

Foi nesse final de semana ao assistir o filme P. S. Eu Te Amo que pensei nisso tudo. Para quem não viu, a sinopse:

“Holly Kennedy (Hilary Swank) é uma jovem bonita, feliz e realizada. Casou-se com o homem de sua vida, o divertido e apaixonado Gerry (Gerard Butler). Mas ele fica doente e morre, deixando Holly em estado de choque. Antes de falecer, Gerry deixa para a esposa uma série de cartas. Mensagens que surgem de forma surpreendente, sempre assinadas da mesma forma: P.S. I Love You . A mãe de Holly (Kathy Bates) e as melhores amigas dela, Sharon (Gina Gershom) e Denise (Lisa Kundrow), estão preocupadas porque as cartas mantêm a jovem presa ao passado. Mas o fato é que as cartas estão ajudando a aliviar sua dor e guiá-la a uma nova vida”.

Da mesma forma que a protagonista elabora o luto ao reviver sua história com o falecido marido, pretendo elaborar o luto dos livros registrando cada um deles no blog e oferecendo a alguém que tenha interesse em lê-los. Elaboramos o luto por qualquer coisa, significa superar a perda.

Nem acho que sorteio seja a palavra adequada, mas é a que me veio no momento. O próximo post explicarei através do título "Perguntas Frequentes" como funcionará o "sorteio" (será que a palavra "concurso" seria mais adequada?). Bem... Até mais!

4 comentários:

  1. Gostei da idéia.Parabéns pela iniciativa,muito boa!!!
    Sobre a terapia,deve ser muito legal,mesmo!!!
    É bom para nos conheçermos melhor!!!
    Booa noite !

    ResponderExcluir
  2. Ana Flávia Trindade1 de julho de 2010 12:12

    Achei brilhante a sua idéia.
    Também sou psicóloga e tenho certeza de que passar adiante o conhecimento (através da doação dos livros), além de compartilhá-lo (através das idéias postadas no blog), é uma forma de crescimento, evolução. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Sabrina pela bela e inteligente iniciativa! Exemplos como o seu devem ser seguidos e certamente o farei tão logo termine minha graduação. Sou aluna do 8º período de psicologia e termino licenciatura mês que vem. Ufa! que sufoco! Mas, é com muita alegria que às portas dos 50 anos (completo ano que vem, quando termino o bacharel,que percebo que valeu à pena pois a Psicologia me proporcionou tudo de bom, principalemnte contribuindo para que eu me tornasse um ser humano bem melhor. Assim, participar desta idéia brilhante será sem dúvida um prêmio e mesmo que não consiga ser sorteada já valeu pelo contato contigo. Tudo de bom e que Deus a abençõe! Sônia Borges machado.
    email:soniaborgesmachado@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela ideia. É muito altruísta e corajosa; porque tem que ter coragem pra doar seus livros; eu olho agora pros meus e penso em emprestá-los, mas meu apego não me permite mais que isso.

    ResponderExcluir